terça-feira, 24 de junho de 2008

Poemas 68, 69 e 70


Três poemas bem concisos hoje: não estranhem a ausência de título e de parênteses!
Obrigado pelas mais de oito mil visitas ao blogue e pelos mais de vinte e cinco mil cliques neste endereço.
Boa semana a todos!


I
Teus olhos azuis
na tua pele morena

(como pode o mar inteiro
caber exato nessa cena?)

(por Filipe C.)

II
De hoje em diante
será preciso muito agora

pra acabar de vez
com esse tal de antes.
(por Filipe C.)

III
Amor sem nuvens:

alma ancorada
num porto azul.
(por Filipe C.)

17 comentários:

Taís disse...

o mar inteiro nos olhos.
um porto azul, sem nuvens.
acabando vez com o antes.

Dizes muito com pouco, poeta.

Martha disse...

Não tem que me agradecer!
Escrevo de coração...
E o "senhor" não pode mais parar de escrever esses lindos poemas!!!Afinal de contas, o blog "As outras palavras" já se tornou meu "abrigo"...
Tão bom fugir um pouco dessa rotina asfixiante e poder relaxar lendo sua arte!!!rs
Minha vida não "anda", corre desesperadamente!rs E a sua? Nem sei mais se vc continua no PH...
Fique com Deus...
Bjus!

PS: Continue postando, hein...

Livia disse...

Muito Bom, poeta !

Dani disse...

Ah, Filipe...

I-sem palavras. Tô de "quexocaído"!
II-PERFEITO!!!!!!!!!!!!
É preciso MUITO hoje para acabar de vez com o ontem.
"Viva la Vida"!!!!
III-É tão bom quando a gente pode ancorar num porto assim...

Amei!

Beijo!

(nunca mais te vi por aí...)

Milena disse...

Eu tentei destacar algum trecho do qual eu tenha gostado mais. Não consegui.

E, vindo de vc, eu tinha SIM que estranhar a falta de parênteses, sinto muito! heheheh

Tudo lindo. Pede pra mamãe me adotar!

=)

Anônimo disse...

Filipe:
Tanta, tanta poesia, em tão pouco espaço: isso me encanta!
Deixo carinho.

Míriam Monteiro - http://migram.blog.uol.com.br

Vânia disse...

Você não vai se lembrar de mim, mas fui e sou uma das maiores fãs que você teve. Em 2002 (terceiro ano) e 2003 (extensivo) fui sua aluna no ph tijuca e você foi fundamental para que hoje eu fosse uma médica...
Foi muito bom descorir esse blog!
Devorei todos os seus poemas em uma semana e indico para todo mundo!
Você é realmente brilhante!
Parabéns pelo seu sucesso!
Beijo!

Trovador Solitário disse...

Estilo diferente, qualidade de sempre.

nessa disse...

Lindos todos eles, mas gostei mais do II!
Beijo!

BeTInhA disse...

eu tento, mas não consigo imaginar mais ninguem recitando esses poemas....é só do Filipe que consigo me lembrar, é só ele que me ocorre.
parabens!! muito bons como sempre.

Shii disse...

A coisa mais linda que já li nesse blogue foi "Sobre namoros"... cara... nossa... LINDO DEMAIS CARA!
você é foda, filipe! MESMO MESMO MESMO >< *chorando*

eu gostei muito dos poemas relampagos também... adorei o II... imaginei você sorrindo, como faz na aula sabe?, depois de lê-lo ahduahusah XDDD

ai! se recupera logo, hein? =****

laura disse...

Acho que todo mundo, como eu, gostaria de um dia ouvir esses poemas com a sua voz! Por que você não declama em sala? Tenho certeza de que todo mundo ia adorar!

Sobre os dessa semana, perfeitos!

Não entendo muito disso, mas pra mim o I e II são uma obra de arte!

leticia disse...

aaah
perfeito !
por que vc não escreve prosa também? seriam lindas com certeza
um beijo !

Renata Elisie disse...

O II me lembrou Leminski... "haja hoje para tanto ontem!"

Rafael disse...

No poema I vc usou um poder de síntese como poucos Filipe... Parabéns,mt bom.

Carolina disse...

O poema II, dentre todos os poemas dos quais me recordo, é o que mais fala, mesmo com tão poucas palavras. Brilhante!

Nathália Coutinho disse...

O II me lembrou Neruda
"É tão curto o amor, tão longo o esquecimento"

Lindo, lindo!

Os outros também!
Parabéns!