terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Poema 103


Como pretendo viajar e ficar (bem) longe da internet nas próximas semanas, publico antecipadamente o poema do dia 27! Volto depois do carnaval, no dia 3 de março! Beijos e abraços!


Sobre Desabafos
“Deixa, deixa, deixa eu dizer/ o que penso dessa vida
Preciso demais desabafar”
Ivan Lins e Ronaldo Monteiro
E quer saber do que mais?
Dei mesmo um chute na rotina:

pendurei duas saudades e um futuro
pra tomar cerveja no bar da esquina

e acabei de vez com o silêncio daquele
amor-perfeito no canteiro do quintal.

Falando sério: depois de você,
a vida passou a ser essa coisa assim,
meio maluca, meio perdida, meio bandida

(mas, cá entre nós, maneiríssima).

(por Filipe Couto)

33 comentários:

Jennifer Costa disse...

Ahhh boa viagem para você!!! Merece! Muito bom esse novo poema! Sabe que não entendo muito deles, mas do que falam, ótimo desabafo, mas tá na hora de ser mais românticozinho =) Separações, ilusões, tristeza, chuva... ai que depressão! Vamos animar, amar =)

Beijosssssssssssssssssss

vivi disse...

Que surpresa boa!!! EU AMEI ESSE POEMA!!!!!Tá na lista dos preferidos!
Bom descanso, poeta preferido!

Kakau disse...

Boa Viagem!

Aaaaaaaaaah essa vida maneiríssima. Quanto mais maluca melhor ;}


Beijos
=***

Eduarda Novaes disse...

Viva essa vida maneiríssima, carioca!

Será que você passa aqui nessa viagem?!

Saudade de você! Beijo!

Rebecca disse...

A-D-O-R-E-I o poema!!!!!
A gente tem que dar uma sacudida na rotina mesmo! Às vezes a gente acha que só pode ser feliz se estiver tudo certinho, mas a vida fica "maneiríssima" quando se torna imprevisível!
LINDO!

Renata Portugal disse...

Nossa, começou o ano muito bem, meu querido!!!
"Sobre este Calor do Rio de Janeiro" é claro e direto, lindo!
"Sobre Autoconhecimento" me arrepiou, o amor está em toda parte perdida nas distâncias de si mesmo.
E esse último, "Sobre Desabafos", o que eu posso dizer? Maneiríssimo!!!! =)

Arrasando, como sempre!

Beijo GRANDE!!!
O sucesso continua!

Marília disse...

E a vida é mesmo maneiríssima, por mais doida e sem perspectiva que pareça!
Adorei teus poemas!

Livia Fada disse...

Não poderia deixar de comentar sobre esse poema!

Ficou "maneiríssimo"!!!

Com certeza entrou para a lista dos preferidos! =)

Boa viagem =)

Fabi disse...

hehehehe
boooaaa

Claudio Henrique disse...

poeminha vagabundo esse, hein?!? Bem carioca... Parabéns!!!

Maria Luiza disse...

Um toque marginal no lirismo ceciliano de Filipe Couto!!!
Gostei, gostei!
Poeta de várias vozes é poeta bom!

Filipe disse...

1 - Jennifer! O poema não é triste não! Pelo menos, a ênfase era pra ser na perspectiva positiva que a seperação provocou na vida do eu-lírico!

2 - Vivi, Kakau, Duda, Marília, Fabi: vida maneiríssima, maluquíssima, sempre!

3 - Rebecca e Renata, belas perspectivas, como sempre!

4 - Livia, bom ter você aqui de volta! E quem bom que você gostou do Desabafo!

5 - Cláudio, meu querido, você traduziu bem pra caramba o poema: ele é vagabundo mesmo! hahaha

6 - Malu, quem me dera ter um lirismo ceciliano...! Mas obrigado pelo carinho e pela análise cuidadosa de sempre! E vamos parar com essa mania niteroiense de não usar artigo, vamos? =P

Daniel Pinho disse...

Ótimo poema mestre! Uma ótima perspectiva de uma separação! =]
Abraço!

Fabi disse...

Ohhhnnnn pinho bril seeempre respondendo os comentáááários ^^

Filipe disse...

1 - Valeu pela força, Daniel!

Vida longa ao seu blogue!

2 - Beijo, Fabi! (mas cá entre nós, "pinho bril" é dose! hahaha)

Fabi disse...

=]
Que coincidência... Falei de pinho e apareceu um sobrenome pinho em cima do meu post... Ahahaha bolei! =o
Mas o pinho foi pra ti tá Filipe. =p

Beijooooooooooo

Priscilla disse...

Oi filipe!

Confesso que só vim aqui porque fiquei impressionada com a qualidade das suas aulas.

Mas amei seus poemas!

Fico feliz que seja um poeta de verdade a me dar aula de literatura...

Beijo

Jennifer Costa disse...

Socorrooooooooo!!!!! Atualizações please!

Beijossss

Filipe disse...

1 - Oi, Priscilla! Seja bem-vinda! Mas "poeta de verdade" é um exagero! Sou, no máximo, um aspirante esforçado! Obrigado pelo carinho!

2 - Jennifer, você é um amor! Obrigado pela força de sempre!!! Dia 3 tem atualização, prometo! Mas quem sabe não vem por aí uma "Edição Especial - Carnaval" que nem a que rolou no Dia dos Namorados?! ;-)

Gabriel disse...

Deixar as coisas bonitas mais bonitas e as coisas feias mais feias. Primeira visita, e muito encantado. Espero que o papo de gostar de rapazes seja mito, pois serei com certeza um visitante acíduo.

abraços e boa viagem.

Filipe disse...

Grande Gabriel!

Valeu a visita!

E pode deixar que gostar de poesia é coisa de macho! Fica tranquilo!

Abraço!

aaluah disse...

Que lindo! Você já pensou em publicar um livro?


Como escreves bem!


abraço!

vinicius disse...

Grande Filipe Couto!

Muito maneiro teu blog! Depois eu vou ler com mais calma mas já deu pra ver que você tem muito talento!

Parabéns!

Fernanda disse...

Coouto!
Boa viagem!
Adooorei esse poema...
Parabéns por todo esse seu trabalho..
Beijos!

Filipe disse...

1 - Aaluah, já pensei em publicar livro sim, mas volta e meia desisto dessa idéia. Afinal, tenho mais de duzentos leitores por semana aqui; a impressão e distribuição desses poemas me soa antes vaidosa que necessária. Há, no entanto, o desejo de ver o poema no papel, folheado e guardado. Seria interessante oferecer essa possibilidade a quem quiser. Enfim, não me resolvi, como você pode perceber! hahaha

Teu blogue é muito bonito! Vou adicioná-lo ao meu, certo? =)

Beijo!

2 - Fala, Vinicius! Obrigado pela paciênca e pelo elogio!

Abraço!

3 - Fernanda, já estou de volta! Mas, de repente, ainda dou uma escapadinha antes de retornar ao trabalho na segunda! Obrigado pela leitura, tá?

Beijo grande!

Verônica Amado disse...

Eu sabia que você era inteligente e tinha um jeito especial de ver as coisas, mas não imaginava que você pudesse ter tanto talento pra uma coisa que não fosse ensinar.
Parabéns, Filipe!
Além de sua fã, sou fã dos seus poemas agora!

Filipe disse...

Oi, Verônica!

Obrigado pelas suas palavras carinhosas!

Beijo!

Luisa de Bustamante Fernandes disse...

Adorei esse estilo moderninho!
Muito carnavalesca!
Saudades!
beijo

Filipe disse...

Oi, Luisa!

Que bom tê-la por aqui de volta! De verdade!

Comentei lá no teu blogue!

=)

Amélia disse...

Só com um chute na rotina mesmo pra sair um poema assim, tão bandido! ;)

Adorei! Saudades disso aqui :)

Filipe disse...

Amélia!!!

Que saudade de você! Não deixa mais de passar por aqui, hein?!

Obrigad pelo comentário!

Como andam as coisas? E seus escritos?

Um beijo!

sylvia disse...

Bom, sempre leio os poemas q vc escreve, mas não poderia deixar de comentar sobre esse que pra mim está entre os melhores. As vezes a gente precisa realmente dar um chute na rotina e se olharmos por outro angulo o que está ruim pode se tornar maneiríssimo .
saudades das sua aulas de literatura

beijos

Filipe disse...

Ô Sylvia, obrigado pela leitura carinhosa de sempre!

E vamos chutar essa rotina que isso é o que faz a vida valer a pena!

Beijo!