segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Poema 25


Sobre a Beleza

Sei que quando você passa
o mundo inteiro pára
(porque ele é todo seu).

É claro que admiro o que há de lindo
e admito que é impossível
não ficar à sua mercê.

Mas hoje não quero mais seu rosto,
nem seu corpo, nem aquilo que todos
sem esforço podem ver:

quero esse seu jeito tão meigo;
quero esse seu silêncio perfeito
de quando nada se precisa dizer;
quero seus planos, segredos, medos e afins;

e quero pra sempre essa sua alma
(conto de fadas) calada, colada junto a mim.


(por Filipe C.)

16 comentários:

MARI disse...

SENSACIONAAAAAAL!
tão lindo...

Juliana disse...

É realmente sem graça querer o que todos podem ver..
o interior é o alvo mais precioso e belo do amor, ele que o faz ter sentido,ele que mantem sua chama sempre acessa...
espero que você, filipe, ame sempre assim..pois esse é o jeito mais sincero de amar..
beijos

Rebecca disse...

Meu novo poema preferido do meu poeta preferido!
beijos!

marina disse...

Gostei bastante do poema. Ainda não consegui ler todos, mas tudo que eu já li é bom! Como disseram aí em cima é esse o jeito certo de amar né?

Anônimo disse...

vc sabe.

m.c. disse...

cadê o livro?

Amélia disse...

Óh! Fantástico!
Lindo!
Perfeito!

:O

Bruna disse...

anonimo ''vc sabe''

q q isso hein!

tá q tá!

Viviiis disse...

Esse é com certeza um dos meus preferidos!
Lindo demaaais =D

Fernanda disse...

ao lado de sobre confissões, meu preferido. =)

beijos!

guilherme disse...

Como todAs aqui já disseram e eu tenho que concordar, o poema é muito bom! Parabéns cara!

Anônimo disse...

Queridinho, adoro-te!

;***

Anônimo disse...

"Amor no quaerit causum nec fructum"

pamela disse...

Couto,
essa é a primeira vez q vejo os seus poemas...e realmente são todos lindos, esse em especial foi um dos que eu mais gostei!!!
bjs

Paula disse...

Filipe, esse seu poema está muito lindo mesmo, perfeito !
Forma linda de descrever o amor !!!

beijossss

Fabiana disse...

Ah pára...
=´(´´´´´´´´