segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Poema 21


Sobre Confissões

Guardo cada um dos teus beijos
debaixo do meu travesseiro.

(assim, quando o céu se põe,
e meus olhos não estão mais acesos,
ainda brinco com todos eles em segredo)


(por Filipe C.)

21 comentários:

ya disse...

É na simplicidade que se encontra a verdadeira magia. É na simplicidade que encontramos os verdadeiros sentimentos. É na simplicidade que encontramos os verdadeiros artistas.

Lindo.

Rebeca (309) disse...

Safadinho esse poema, hein Couto. Safadinho...

Maria disse...

Lindo demais! Tá de parabéns!
Seu talento e sua inspiração são fascinantes! Seus olhos castanhos então..

Byga disse...

hauhauahauahuaha
to rindo dos comentários, nao de vc! ce sabe né?!
vo nem fala dos escritos... acho q nao precisa! =)

EL EL EL... b******* do quartel! =)
ahahahahaha

Viviane disse...

Sensacionaaal Filipe!
Sem palavras =D

Amélia disse...

Filipe, você é um talento mesmo, viu!? :D

Suas poucas palavras dizem muito, são tão lindas...

:*

Rebecca disse...

Como é bom poder começar a semana com uma coisa tão bonita como essa...

Vou guardar esse poema debaixo do meu travesseiro, tá? =)

Beijos, meu poeta!

Juju disse...

Gostei...
As palavras mais belas são aquelas ditas com simplicidade...
Muito bonito...
Não preciso chorar para demonstrar o quanto suas poesias me emocionam...
;]

bjuxxxxxxxxxxxxx

Juliana disse...

Tenho uma coisa pra te dizer...Descobri com você que não são necessárias muitas palavras pra gente dizer que ama alguém..."guardar teus beijos no travesseiro" é pra mim muito mais bonito que um "eu te amo"...
Parabéns!

Adriana disse...

Céu encoberto com períodos de claro.
Sei que você pode fazer um dia de verão, ok?

Beijo

deia disse...

Lindo. Simples assim.

nathalia disse...

ai filipe...

Fernanda disse...

lindo...
Amei o blog Filipe!
Nunca tinha entrado... mas agora estarei sempre por aqui... =)

beijos
Fernanda (315)

lucas disse...

pô tentei mandar um comentário mas o blog não tava aceitando!

eu disse que tu é um cara foda e o blog tá muito maneiro!

ah e disse tb q ia pegar várias idéias pra usar com as menininhas! hehehehe tô zoando!

abraço!

lu disse...

Couto!

Apesar das zoações, seus poemas são lindos! Adorei! Vou voltar toda segunda!

Beijos!

Vivi disse...

Esse poema está muito bonito!
Leve, leve, leve!

Beijos, poeta!

Bruna disse...

Safadinho esse poema, hein Couto. Safadinho... [2]

Clarice dos Anjos disse...

Sem comentários.


maravilhoso e perfeito como as suas aulas.


Vc é um artista professor.

Parabéns!! Nunca vi nada igual.

disse...

Ah, tão gostoso esse poema !
;*

nina disse...

muito lindinho! parabéns!

ana carolina disse...

Pela primeira vez vistando seu blog, dou uma olhada superficial. Deparo-me com ''sobre confissões''. Nome instigante. Li...me apaixonei.