segunda-feira, 23 de julho de 2007

Poema 17

Sobre Fantasias
Vem, por favor não evites
Meu amor, meus convites
Minha dor, meus apelos
Chico Buarque
Não me olhe assim:
pode ser que desta vez eu não fuja e repita,
(com a alma nua) que eu só quero ser pra sempre sua.

Não me peça discrição:
meu amor não tem antes nem depois
e precisa (sozinho) ocupar o vasto espaço
que ainda existe entre nós dois.

Não me pergunte o que eu quero:
às vezes imagino ser o vento
batendo lento à sua porta
até que você possa
se abrir para eu entrar

(às vezes prefiro ser só pensamento,
invadindo seus sonhos até você acordar).
(por Filipe C.)

14 comentários:

Juju disse...

Ebbbaaaaaaaa!!!!
Primeira a comentar!!rsrsrs
Queria escolher um pedaço do poema e dizer que é a parte mais perfeita, mas não dá. Está na lista dos meus preferidos.
É muito bom poder fantasiar momentos, sonhar com aquilo que, talvez, esteja distante das nossas mãos...dá uma sensação tão boa...
Melhor ainda é quando consegimos realizar aquilo que tanto sonhamos....só devemos tomar cuidado até onde isso vai para não nos machucarmos!
Perfeito!!!!!!!
Simplesmente perfeito!!
Você consegui despertar em mim o gosto por poemas.....
Parabéns mais uma vez.....
E desculpe pelo comentário gigante.

Bjuxxxxxxxxxxxxxxx poeta....
A expectativa valeu realmente à pena!!
;D
"(às vezes prefiro ser só pensamento,
invadindo seus sonhos até você acordar)."

Laura disse...

Precisa comentar?

=)

Rebecca disse...

Inacreditável. Perfeito. Delicado, triste e tão intenso!
Dica: leiam esse poema e depois escutem a música "Sem Fantasia" do chico!
é sensacional!
parabéns, poeta! queremos o livro!

Diego Moreira disse...

Na fantasia vale tudo, pode tudo.

Vale gritar sem medo o que vai no peito em forma de sentimento; vale ser a natureza (o vento); vale ser até um pensamento que povoa o imaginário daquele a quem se ama.

Parabéns, meu camarada. Leio sempre tuas poesias mas só comento quando posso parar e refletir um pouco sobre elas. Prefiro assim. Não gosto de abrir essa janelinha pra escrevei que achei tuas poesias bonitas, tremenda redundância...

Valeu pelas visitas lá no Geografias também! Abraço!

disse...

Intenso, muito lindo !
Parabéns como sempre.

Priscylla disse...

"Apenas ame e aceite"
Esse é um dos meus preferidos!! Me apaixonei já no segundo verso..concorre ao posto de primeiro lugar, com certeza!
Parabéns quarenta mil vezes!

Beijão!

marianna disse...

O mais perfeito poema de todos. Ainda vou exigir que você case comigo, ouviu? hahahaha!(tô brincando! sou muuuuita areia pro seu caminhãozinho, couto!)
Como já te pedi autorização no msn, vou colocar mesmo esse poema no meu orkut, tá?
Parabéns poeta!

ju disse...

Que poema maravilhoso!
Cada palavra no lugar certo...

Quantas vezes o amor nos obriga a calar, a mentir, a nos controlar.
Quantas vezes as pessoas brincam com os nossos sentimentos, nos olhando de forma diferente, nos pedindo coisas e nos fazendo acreditar que somos mais importantes do que somos na verdade.
A questão é saber o quanto vale a pena se entregar a esse jogo né?

Palavras lindas de um grande artista.

Grande poeta!

Juju disse...

Sei que já comentei ali em cima mas achei uma frase de Mario Quintana que explica porque gosto tanto dos teus poemas:
"Um bom poema é aquele que nos dá a impressão de que está lendo a gente ... e não a gente a ele!"
Isso diz, quase, tudo!

Bjuxx

Amélia disse...

Humpf... nunca mais fui a primeira a comentar... estou viajando... perdi a vez.. =(

"às vezes prefiro ser só pensamento,
invadindo seus sonhos até você acordar"

Perfeição disfarçada de poesia.
Adorei!

:**

;D disse...

melancólico gatinho ;D

Flavia disse...

...e eu nem sabia desse blog...quando comecei a ler as poesias, me apaixonei!!
como a citação de Mario Quintana ai em cima, parece q sua frase é a unica descrição cabivel não so pra esse mas tambem para todos os outros.
Bem profundo, parece que ao invés de cordenadas pela racionalidade, as palavras são expressas pelas marcas da vida no coração.
gostei muito!!!
bjao
;o)

nana disse...

Perfeito!
Talvez seja a coisa mais linda que eu já li...

"(às vezes prefiro ser só pensamento,
invadindo seus sonhos até você acordar)."

Karina disse...

Amei.
Saudades...
Só isso.