terça-feira, 24 de março de 2009

Poemas 107 e 108


Pequena Oração em Canto

Que Deus sempre
me permita

ter olhos
fechados para o beijo

e abertos
para a vida.

(por Filipe Couto)

Sobre Sorrisos


Mal nossas mãos
se despedem,

eu me perco
de mim mesmo:

teu sorriso
é meu exílio voluntário.
(por Filipe Couto)

31 comentários:

Marcella B. disse...

Como é lindo ler poemas seus.

Carolina disse...

: )

vivi disse...

Mais uma vez, poemas tão delicados e tão profundos... Uma oração que é oração, verdadeira e elevada, e um sorriso que é exílio... O que dizer mais? Menos que lindo é nada...!
Parabéns!

Natasha disse...

Arrasou filipe! Lindos!

Carol disse...

"teu sorriso é meu exílio voluntário"...

Meu Deus...

=)

Rebecca disse...

Ah, Filipe... Poemas tão graciosos assim são a sua cara!

Os de hoje estão perfeitos!

E concordo com a Carol: quanta inspiração dizer "teu sorriso é meu exílio voluntário"...

Parabéns!

Felipe disse...

Gostei muito dos dois poemas e desde já me declaro novo praticante da oração em questão! Hahahaha!
Abraços!

Dênis Rubra disse...

Nossa! O "Sobre Sorrisos" é MAGNIFICO.

Incrivel, por que nos "exilamos" voluntariamente? (risos)

Filipe, Acho que um parabéns meu nunca foi tão profundo... eu realmente adorei essa poesia! Ganhou mais um fã.

Eduardo disse...

Melhor professor que já tive.

Parabéns pelos poemas!

Victor disse...

Meu irmão, você é foda!!!!!!!!!!!!

Luana disse...

Coutoooo ,
amei os dois mas me apaixonei pelo "sobre sorrisos" .
DEMAAAAAIS ! = )

Raquel P. disse...

Como muitos já disseram, "teu sorriso é meu exílio voluntário" é coisa de gênio...

Estou impressionada com os últimos poemas!

Beijo

Ya disse...

Exagero?! Cada vez mais comprovações objetivas de que não! haha =]

Simplesmente maravilhosos!!! Parabéns, poeta!

Juju disse...

O primeiro é tão delicado quanto o segundo.
Mas o último me impressionou muito. É lindíssimo.
Há melhor exílio que esse?

melhor impossivél isso aqui!Parabéns Filipe!

Filipe disse...

1 - Marcellinha, não dá pra dizer menos que um "você é um amor!"! =)

2 - Carolina, sorriso em dobro pra você!

3 - Vivi, não sei se a oração é elevada, mas é sincera demais!

4 - Natasha, obrigado pela força!

5 - Carol, fiquei muito satisfeito com esses versos também! Que bom você ter gostado!

6 - Rebequita, você já sabe que este blogue sem seus comentários não é o mesmo! Obrigado pela visita de sempre!

7 - Felipão, é isso aí: sair da palavra para entrar na vida!

8 - Dênis, já disse e repito: obrigado pela força toda que você me dá!

9 - Eduardo, que essa admiração se converta em vontade de ler esses poemas ainda tão capengas! Obrigado pela visita! Volte!

10 - Victor, você é suspeito pra falar, meu amigo! hahaha

11 - Luana, obrigado por colocar o poema na sua página do ORKUT! =)

12 - Raquel, obrigado pelo elogio! De fato, os últimos poemas têm me agradado, mas os primeiros ainda têm lugar cativo, né?

13 - Ya, exagero sim!!! =)

14 - Juju, exilar-se no sorriso é tão bom, né?

Renata Portugal disse...

Não tem um dia que eu entre aqui e não me surpreenda com os meus sentimentos. A cada leitura, uma emoção mais profunda.
Ameeei esses dois ... cada um com sua particularidade; a completude do sorriso e a intensidade do beijo.
PARABÉNS, meu querido!!!!

Beijo GRANDE!!!

sylvia disse...

Filipe , os dois poemas são lindos .O "Pequena oração em canto" expressa de forma delicada o q eu sempre achei como os nossos olhos devem estar tanto diante da vida quanto no curto intervalo de um beijo, já o "sobre sorrisos" é sempre bom se deixar exilar num sorriso.

Parabéns !
beijinhos

Pedro Gabriel disse...

Olá Filipe,

Eu estava navegando por blogs poéticos e amei os seus poemas. De verdade. Parabéns.

Abraços,

Pedro Gabriel

Alessandra Lanzillotta disse...

Felipe,
o que posso dizer dos seus poemas, realmente são arte.
São tão profundos e ao mesmo tempo tão reveladores.Nossa me perdi em suas palavras e sentimentos!!
Realmete esse é um blog digno de favoritos, como ja está no meu!!
amei.. muito bom mesmo!!Consegui ler tudo!!
Parabéns bjus!!

Filipe disse...

1 - Renata, não deixa de me visitar, viu? Suas palavras sempre me dão força!

2 - Sylvia, que bom você ter captado a essência dos poemas... É gratificante!

3 - Pedro Gabriel, muito obrigado pela sua visita e pelo seu comentário. Gostei muito do seu blog, meu caro!

4 - D. Lanzillotta, que prazer tê-la aqui! Jura que conseguiu ler tudo? Nossa! Que orgulho! =)

Rafael disse...

Alem de ser o melhor professor que ja tive ainda escreve como os grandes mestres da nossa literatura.Como ja estamos no poema 108 nao estaria na hora de escrever um livro?? Mesmo que seja so para ex alunos terem uma recordacao eterna do nosso grande escritor. abraco Couto.

Marianna disse...

Essa sua Oração é umas das coisas mais lindas que eu já vi...

Aline disse...

Concordo com o Rafael e sempre declarei ser, totalmente, a favor da idéia acima..
Como é bom ler seus poemas sempre.. aquela paz.. =]
Beijo!

Alessandra Lanzillotta disse...

é demorei o domingo todo mais consegui!!

Filipe Couto disse...

1 - Rafael, se um dia esse livro nascer, vai ser graças a pessoas como você, meu amigo! Abraços!

2 - Marianna, obrigado por ter dado atenção a estas palavras!

3 - Aline, vê se não some, moça-nerd!

Alê lanzilllotta disse...

concordo com o rafael um livro ia ser mtu bom!!

Ana Luiza disse...

Li TODOS logo que descobri o blog ... É simplesmente impossível escolher o melhor! Parabéns, Couto! Também acho que tá na hora desse livro sair, hein?

Beijão, professor poeta!

Filipe disse...

1 - Alê, você não sabe como eu fico feliz de você ter se demorado aqui no blogue!

2 - Aninha, obrigado pelo carinho, pela atenção, pela leitura e, sobretudo, pela força que você me deu escrevendo isso. Você não tem ideia de como é importante!
=)

Anônimo disse...

Tudo bem que eu nunca cheguei a falar com você, mas quando o Valadares disse que você tinha um blog, fiz questão de visitar. E não me decepcionei, todos os poemas são lindos, lindos... Adoro o jeito como você vê o amor, a saudade... Finalmente estudo literatura com um verdadeiro poeta!

Wellington Campos disse...

Um comentário apenas:

"teu sorriso
é meu exílio vonluntário"

Que construção lapidar!

Abraço.

Luisa disse...

Venho acompanhando o blog, e acho incrível! Mas essa postagem conseguiu ir além, é perfeita!
Impressionante como ambos têm essa simplicidade e sejam ao mesmo tempo tão intensos!
AAh, Couto "teu sorriso é meu exílio voluntário" eu nem preciso comentar... garantiu meu sorriso da semana inteira! =)

Parabéns é pouco!
ansiosa pra aula de quinta! haha