terça-feira, 11 de março de 2008

Poema 57


Sobre Descobertas


É bom
mergulhar de olhos abertos,

para nunca
ter medo de nenhum mistério.

(sei que, no fundo do mar,
há um barco que leva a ti)

Amar, no fim de tudo,
não é conquistar o mundo;

é, simplesmente,
ter a coragem de descobrir.

(por Filipe C.)

9 comentários:

Mari disse...

Ai, amei!!!!!!!
Muito fofoooooo!!!!!!!!!
=)))))))))
Vou roubar pro meu fotolog!
Beijo!

ana luiza disse...

Tão delicado e verdadeiro...
Uma delícia esse poema...
Parabéns!

afonso disse...

caralho filiperi, ficou muito bom esse. parabéns, melhor que eu vi até agora aqui.

Rebecca disse...

"Amar, no fim de tudo,
não é conquistar o mundo;

é, simplesmente,
ter a coragem de descobrir."


Isso é lindo...

=)

Graça disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Monique disse...

Lindo lindo..
Sem dúvidas mergulhar de olhos abertos é tão bom quanto surpreendente!
Estou adorando isso aqui! :)
bjs Filipe!

Livia disse...

Lindos poemas. Cada vez melhores...

luizayabrudi disse...

Genial essa coisa do áudio! Gostei muito! Meio Cid Moreira lendo a Bíblia!
Passa no meu blog se tiver um tempinho! Beijos!

Sergio Ma disse...

Bela poesia!!!Com sensibilidade e talento.
Faça-nos uma visita.

POEMANDO:
http://poemandonanet.blogspot.com/