terça-feira, 8 de setembro de 2009

Poemas 131, 132 e 133

Queridos e queridas, o trabalho anda me exigindo muito. Por isso, deixo hoje aqui, com uma ou outra adaptação, três poemas bem antigos. Volto a atualizar este blogue daqui a duas semanas, no dia 22 de setembro. Um forte abraço a todos!

Sobre Cuidados


É cedo ainda pra saber
tudo o que não sei. Não desperto

(antes da hora) os amores
que não tive ou que não amei.

Por enquanto, vou me juntando
nos sussurros dos muitos que sou.

Não como alguém que se precisa,
mas como quem se abre pro voo.
(por Filipe Couto, 07/2006)

Sobre Esperanças


Não preciso de primavera:
é só no outono que acaba a espera;

só no outono as folhas vêm à mão.

De cada ramo caem centenas delas.
Até que uma nos acerta gentilmente

o coração.
(por Filipe Couto, 09/2002)

A Menina dos Teus Olhos

Bem atrás desses teus olhos
(hoje tão cansados de ser)

ainda mora uma menina
lambuzada de sonho e tinta,

descobrindo o mundo inteiro pra mim.
(por Filipe Couto, 08/2000)

25 comentários:

Rebecca disse...

Então, quer dizer que você sempre foi um gênio das palavras? =)

Os poemas são lindos!

Parabéns!

Nydia Bonetti disse...

Bonitos de verdade, Filipe. Gostei especialmente do primeiro. Que tudo tem sua hora, precisamos aprender...
Abraços.

Filipe disse...

1 - Rebecca, longe disso! Mas seu carinho é muito bom de receber! Beijos!

2 - Nydia, esse primeiro é bem xodó mesmo! Tava na "gaveta" meio que por ciúme, sabia? haha! Bom ter sua visita! Não sei por que sua página ainda não está aqui nas minhas recomendações! Vou colocá-la agora! Abraço carinhoso!

Sérgio Medeiros disse...

Manifesto a minha preferência pelo segundo :-)

Vivi disse...

Então só pra constar, gostei mesmo é do terceiro! prontofalei! =)

Filipe disse...

1 - Sérgio, o segundo poema te agradece! hahaha! =)

2 - Vivi, só assim o terceiro não fica com ciúmes! =)

Lina disse...

Amei o primeiro! E o terceiro tocou fundo, pois senti como se a menina que já fui tivesse aparecido na minha frente e dito isso olhando nos meus olhos. Afinal, tem dias em que é por ela que eu continuo querendo descobrir o mundo, apesar de tudo o que descobri sem querer... rs

obrigada : )

Filipe disse...

Lina, o que você comentou é mais bonito que o próprio poema, sabia? É pra permitir reflexões assim que vale a pena escrever! Você não tem ideia de como me deixou feliz!

Obrigado a você!

Lina disse...

Obrigada pela gentileza do comentário, mas não escrevo bem não. É só um exercício comigo, pois acho muito estranho que outras pessoas falem melhor (e de forma mais exata) o que sinto que eu mesma. O que me resta é tentar um pouco. Chega a ser meio narcisista essa busca por espelhos, mas fazer o que? Por outro lado, dá um certo conforto ver como os sentimentos são tão universais, mesmo que as situações e contextos variem tanto.

beijo

Filipe disse...

Lina, você escreve muito bem sim! Inclusive, linkei o seu Bolas de Sabão aqui nas minhas leituras sugeridas, tá? =)
Beijos!

Renata de Aragão Lopes disse...

Gostei de todos,
mas escolho
"Sobre cuidados".

Interessante essa ideia
de reunir-se em sussurros...

Um beijo,
doce de lira

Y.K. disse...

Um novo hábito: visitar seu blog.
Os poemas? Difícil escolher um preferido. Cada um mais apaixonante que o outro.
Obrigada por dividi-los. Abraços!

Filipe disse...

1 - Renata, sua presença aqui é sempre uma honra! Obrigado pelo carinho da leitura atenciosa!

2 - Yohana, mas não é obrigatório escolher um, não! É que, como eles tratam de temas diversos, sob formas diversas, o pessoal tem comentado aquele com o qual se identifica mais! =) Obrigado pela visita!

Victoria Ramos disse...

Impossível escolher um só! São todos lindos! Não consigo parar de ler seus poemas, Couto!
Parabéns!

Filipe disse...

Oi, Victoria!
Obrigado pela visita!
Beijos!

day disse...

Confesso que sempre passo por aqui, mas hoje resolvi deixar pegadas.

Felipe, estou encantada com seus textos. Obrigada por compartilhá-los!

abç!

day.

Lobodomar disse...

Cara,... que 'tríade' maravilhosa. Adorei seus poemas, seu blog. Enfim, virei para ler mais da sua arte.

Grande abraço, poeta!

Luciane disse...

Eu não posso dizer qual deles gostei mais porque vejo partes de mim em cada um dele. Lindos mesmo! Parabéns e que bom que tu decidiu dividir eles com o mundo, Filipe!

Filipe disse...

1 - day, obrigado pela visita e pelas pegadas! Fico muito feliz quando vocês as deixam! É um baita incentivo! =)

2 - Lobodomar, volte sempre que quiser e puder! Abraço!

Filipe disse...

Luciane, eu é que não tenho como agradecer essas suas palavras tão carinhosas! Obrigado de verdade!

[ rod ] ® disse...

Sua poesia rima com introspecção e eu rimo aqui em tom maior.

Parabéns.

Abs,





dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Sol disse...

Adoro encontrar um pouco de mim em cada poema.
Em '' Sobre Cuidados '', me encontrei quase que por inteira.
Que delícia!

Todos lindos, parabéns!
Beijos carinhosos.

Filipe disse...

1 - Rodolfo, que bom tê-lo por aqui. Teu espaço é bom demais!

2 - Sol, estava sentindo falta dos seus comentários por aqui! =)

Natália disse...

Que coisa linda!!!

Eliana Pichinine disse...

Filipe,

A imagem que fica plasmada na mente ao ler o terceiro poema é muito intensa. Gostei. Parabéns!
Abraços,
Eliana Pichinine