terça-feira, 11 de novembro de 2008

Poema 98


Este blogue volta a ser atualizado dia 25 de novembro!

Sobre o Orgulho

Quando o tempo
embaça o passado
e confunde meus instintos,

deixo tudo de lado
e olho teu retrato
por horas e horas a fio.

Teu retrato
e minha retratação:

para sempre
dois inimigos.

(por Filipe C.)

10 comentários:

Anônimo disse...

Mesmo sabendo que você não gosta de comentários anônimos, vai assim mesmo. Talvez, seja por vergonha, timidez. Talvez seja por vontade de não saber quem sou. Mas saiba que sempre leio os seus poemas e cada vez mais admiro seus textos, seu jeito de escrever, enfim, seu eu-lírico.
Continue postando para alegrar a vida das pessoas que passam por aqui.
=)

Leila Muniz disse...

tenho uma coisa pra confessar: esse poema é lindo e caiu como uma luva pra mim!

perfeito, como sempre...

VIVI disse...

=)

PREFERIDO!

Kakau disse...

que lindo!
já fiz tanto isso...


beijos
=***

Paulinha disse...

Faz bastante tempo que não comento aqui, mas fico feliz em ver que seu sucesso continua crescendo cada vez mais. Parabéns Couto... mais um poema lindo pra sua coleção !
beijão
:*

Fernanda disse...

Olá, Couto!
Adorei esse poema, como todos os outros.
Parabéns!

Beijos!

luiza disse...

acho que entendi sua lógica no poema...
realmente o tempo faz com que as coisas ruins não pareçam mais ruins, e torna-se mais fácil perdoar as pessoas. O fato de ver o retrato no caso faz desistir desse desejo de "retratação", não é isso?
Mas aí é o que eu não entendo... O retrato não deveria fazer as lembranças boas virem à tona? O tempo já apagou as ruins, não?
Alguém me ajuda? =)
Bom, adorei o poema pelo simples fato de me fazer pensar!

Renata Portugal disse...

O tempo passa, mas ao ver o retrato, ao lembrar de tudo, enxerga que não tem como serem amigos ... Orgulho!
Não sei se expressei certo o que entendi sobre esse poema tão profundo e tão sentimental.

Lindo, lindo, lindo ...

Beijo grande,
meu professor querido!

Catarina disse...

Aceite esta humilde oferta poética de quem muito te estima e por ti possui imensa admiração. Espero que goste. Teu estilo. Minhas palavras.

Entre tantas palavras
que me são alheias,

encontrei a tua
(que me faz inteira).

Lane disse...

me retratou.

:)